Portal da Saude

Portal da Saúde
Prevenir os acidentes de mergulho é a mensagem deste verão
⌚ 24.08.2017
Centro de Reabilitação do Norte

Conhecida como a "epidemia do verão", os acidentes de mergulho ocorrem essencialmente entre julho e setembro, durante atividades de lazer e são mais frequentes em piscinas.

As lesões causadas podem levar à morte ou a graves incapacidades, como por exemplo a tetraplegia, devido à lesão da coluna cervical e da medula.

No Centro de Reabilitação do Norte existe uma unidade especializada na reabilitação de vítimas de acidentes de mergulho.

Sob o mote "Não mergulhes para o desconhecido!", a Unidade de Reabilitação de Lesões Medulares sensibiliza a população para o perigo de acidentes causados por mergulhos mal calculados.

Como evitar um acidente de mergulho?

- Conhecer sempre a profundidade do local (praias, rios, piscinas?)

- Não mergulhar em águas turvas

- Não mergulhar em águas rasas

- Não mergulhar durante a noite ou em locais pouco iluminados

- Cuidado com as brincadeiras nas bordas dos rios, piscinas e lagos

- Não consumir álcool e drogas

- Não mergulhar de locais altos

- Ao mergulhares de cabeça estender os braços para a proteger ou preferir mergulhar de pés

O que fazer em caso de acidente?

- Tirar a pessoa da água com muito cuidado

- Manter o corpo direito, sem movimentar a coluna, principalmente o pescoço

- Colocar a pessoa numa superfície rígida para ser transportada

- Ligar o 112!

Vale, por isso, a pena recordar os testemunhos de três doentes do Centro de Reabilitação do Norte cujas vidas mudaram devido a um acidente de mergulho.

 

A utilização de cookies neste website tem como principal objetivo melhorar a sua experiência.
Ao clicar em qualquer link nesta página está a dar-nos a permissão para usar cookies.