Portal da Saude

Portal da Saúde
Misericórdia do Porto reforça resposta social na área dos cuidados continuados em saúde mental
⌚ 06.02.2017
Centro Hospitalar Conde de Ferreira

As primeiras experiências-piloto para a criação da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados na área da saúde mental foram hoje formalizadas através de despacho governamental conjunto dos Secretários de Estado do Orçamento, Saúde e Segurança Social.

A Misericórdia do Porto é uma das 25 entidades parceiras que vão dar uma nova resposta a um problema de sempre. A aposta numa intervenção integrada e específica tem como objetivo dotar os doentes de autonomia, reabilitando-os do ponto de vista social e familiar.

O Provedor, António Tavares, congratula o facto de três ministérios (Finanças, Saúde e Trabalho, Solidariedade e Segurança Social) se unirem para resolver esta questão, que está na ordem do dia.

O Centro Hospitalar Conde de Ferreira já dispõe de uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados dedicada a doentes do foro mental que necessitam de cuidados continuados médicos e psiquiátricos.

Através desta parceria, a Misericórdia do Porto reforçará a resposta, estimando-se a criação de cerca de 30 vagas.

No total, a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados passará a incluir 366 vagas para doentes do foro mental já a partir do dia 1 de março. 

A utilização de cookies neste website tem como principal objetivo melhorar a sua experiência.
Ao clicar em qualquer link nesta página está a dar-nos a permissão para usar cookies.