Portal da Saude

Portal da Saúde
As Doenças do Século XXI
⌚ 03.10.2019
Um encontro integrado nas comemorações do dia Mundial da Saúde Mental

Para comemorar o dia Mundial da saúde mental, o Centro Hospitalar Conde de Ferreira, está a promover um encontro subordinado ao tema: as Doenças do Século XXI.

Em entrevista, a Diretora Clínica deste Centro Hospitalar, Rosa Gonçalves fala na primeira pessoa sobre a temática e o encontro. 

Dra. Rosa Gonçalves: - " É do conhecimento geral que nos podemos viciar em drogas como o álcool a cocaína ou heroína, mas a ideia de que nos podemos viciar em comportamentos que não incluem a gestão de drogas ainda não é bem conhecida em Portugal, ou aceite pela maioria dos Portugueses. 

No Mundo globalizado em que vivemos, com constantes mutações e novidades a nível tecnológico, existe cada vez mais facilidade de acesso às tecnologias de informação e comunicação, por parte da população em geral. 

Estas tecnologias, tem contribuído para a melhoria da qualidade de vida das populações, contudo, alguns deste avanços, representam riscos que é necessário considerar, nomeadamente a dependência tecnológica. As tecnologias consideradas pelos autores como as mais viciantes são a internet, o telemóvel e os videojogos.

Um estudo realizado na Madeira, em 2014, entre 700 alunos do 5.º ano 9.º ano, concluiu que 2,68% dos jovens estavam literalmente dependentes destas tecnologias. Esta dependência atingia, preferencialmente, os jovens do sexo masculino, dos 16 aos 18 anos. Estudos como este mostram, a importância da prevenção desta dependência, nomeadamente na população mais jovem, bem como a necessidade de alargar o sentido de consciência da literacia digital dos técnicos de saúde, educadores e pais, para esta problemática. 

O medo intenso de ficarmos sem telemóvel constitui já uma doença, a nomofobia, derivado do termo de expressão  'no mobile'. Um estudo realizado nos Estados Unidos, concluiu que o número de pessoas dependentes de smartphones cresceu quase 60%, entre 2014 e 2015. Se em 2014 eram 170 milhões de viciados, em 2015 passaram a ser 280 milhões. Alguns problemas decorrentes do uso excessivo de telemóvel, são alterações do sono, o isolamento social, a ansiedade e agressividade, quando somos impedidos de usar as tecnologias. Os estudos realizados, concluem que temos de prevenir estas situações, para que as novas tecnologias nos tragam apenas os benefícios inerentes à sua utilização. É por considerarmos de extrema importância alertarmos os técnicos de saúde, educadores e outros para o eclodir destas novas dependências, que decidimos organizar este encontro. 

Na mesa subordinada ao tema a Saúde Mental: As Doenças do Século XXI, vamos falar destes e de outros problemas, como o burnout, a depressão ou as demências. Diagnósticos já do século XX, mas que chegam ao século XXI com outras apresentações e com uma prevalência cada vez maior. 

Além destes temas, iremos abordar o Plano Nacional e Regional da Saúde Mental, bem como o Financiamento da Saúde Mental, questões fundamentais para o desenvolvimento da saúde Mental em Portugal."

São temas extremamente interessantes e inovadores, que são razão mais do que suficiente para não perder este encontro que se realiza na próxima segunda-feira dia 7, no nosso Centro Hospitalar Conde de Ferreira.

Um encontro integrado nas comemorações do dia Internacional da Saúde Mental, no dia 10 de outubro, subordinado ao tema: As Doenças do Século XXI.

Esperamos por si. 






A utilização de cookies neste website tem como principal objetivo melhorar a sua experiência.
Ao clicar em qualquer link nesta página está a dar-nos a permissão para usar cookies.